Cotton sculptures, 2016 | Scratching drawings, 2012

Os desenhos e as esculturas presentes na exposição são o resultado de gestos performativos repetidos até à exaustão do corpo; é nesse ponto que o gesto encontra um ambiente de abandono produtivo – a repetição, ela própria, que se torna método e estilo.

Read more "Cotton sculptures, 2016 | Scratching drawings, 2012"